Idioma:

Um sistema de Internet sem fio com menos interferências

11 de outubro de 2010 | Em Dicas | 3,8 mil visualizações | Por

Clique e compartilhe: 


Internet sem fio, wireless, wi-fi, internet via rádio. Você com certeza conhece. Agora, se você realmente usa sabe o quanto é complicado sofrer com as interferências que acontecem. De modo geral, essa rede sem fio opera a 2.4GHz, ou seja, mesma frequência de fornos de microondas, telefones sem fio e diversos outros equipamentos.

internet wirelessOs equipamentos que utilizam a tecnologia de rede sem fio enviam sinais eletromagnéticos pelo ambiente, criando um campo eletromagnético em volta de si. Esse campo, se em contato com outro campo de mesma frequência, gera a interferência entre as ondas, corrompendo as informações ali contidas.

Por isso, nem sempre quando a conexão sofre interferências ela chega a cair (literalmente), mas é muito provável que os pacotes de dados enviados serão corrompidos (por exemplo, um download será afetado severamente), além do ping (tempo de resposta entre seu computador e o servidor remoto) ficar nas alturas. Lembrando que, quanto menor for o ping, melhor será a qualidade de sua conexão.

As conexões sem fio geralmente são conhecidas pelo alto tempo de resposta (ping). Mas saiba que isso já está sendo tirado de letra. Talvez você não conheça, mas existe um equipamento não totalmente imune mas muito resistente a interferências e que oferece um ping extremamente baixo, em uma distância de até 30 quilômetros. Lembrando que este equipamento é de uso externo.

quarto geekVou contar minha própria história: em minha residência tenho: celular, notebook, desktop, microondas, televisão, telefone, enfim, tudo que uma casa moderna tem nos dias atuais. Minha conexão de internet é via rádio, onde recebo a conexão por meio de uma antena externa que capta os sinais enviados pelo provedor, a aproximadamente 1,2Km de distância (linha reta). Aqui dentro, utilizo um roteador sem fio que re-transmite o sinal para os equipamentos sem fio.

De uns tempos para cá, estava praticamente impossível navegar: ping alto, internet caindo, enfim, aquele pessimismo. Foi aí que resolvi dar um grande passo, instalando um equipamento de 5.8GHz. Como o valor é cerca de 65% mais caro que os de 2.4GHz é praticamente inviável para os provedores oferecerem esse tipo de equipamento em comodato. Por isso, esse só é utilizado entre torres repetidoras de sinal.

antena 5.8ghzAdquiri o equipamento, instalei e acreditem: ping de 1ms para o servidor do provedor. Ou seja, o que antes era acima de 100 agora dificilmente passa dos 1%. Outro ponto positivo é que dispensa o uso de uma placa PCI ou USB no computador, e até mesmo um roteador. Isso mesmo, a própria antena possui um software instalado que traz a internet diretamente em cabo de rede. A antena pode estar posicionada em até 100 metros do computador que a conexão estará sempre rápida.

Os sistemas do padrão de 2.4GHz possuem até 11 canais. Já os de 5.8GHz podem ter mais de 40, ou seja, muito mais canais para se aproveitar. Com a garantia de mais canais limpos com certeza a conexão ficará sempre muito boa. A não ser que tenham muitas torres transmitindo no mesmo canal, aí a interferência é inevitável. Perfeito, também, o sistema não é, mas é incrivelmente melhor.

Acho uma pena os provedores não investirem nos clientes com esta tecnologia, mas eu garanto que se ela for mesmo difundida ajudará muita gente, principalmente quem sofre com interferências, como era o meu caso.

Deixo abaixo algumas imagens para que vocês conheçam um pouco do sistema. Favor enviar seus comentários!

airgrid m5

AirGrid POE 2

cabo rede conectado

sistema antena

De Ivaiporã/PR, Engenheiro de Computação, Administrador do Grupo Dicas em Geral. Apaixonado por Tecnologia e Informática.



Um pouco sobre nós

    O Grupo Dicas em Geral surgiu em 2007 a partir de idéias inovadoras sobre solução de problemas enfrentados diariamente por quem utiliza a Tecnologia e Informática, tanto usuários comuns quanto técnicos. Mas onde surgiu, por quê e qual é o propósito deste site?

Clique aqui e conheça!

Siga o Dicas em Geral no Google+

Vídeo da Semana