Idioma:

Otimizando seus códigos em PHP

30 de agosto de 2009 | Em Web | 800 visualizações | Por

Clique e compartilhe: 


phpAqui informamos algumas dicas rápidas para melhorar a sua codificação. Geralmente nós programadores temos vícios que adquirimos no dia-a-dia que, sem sabermos, tornam o nosso código mais lento. Se ficarmos atentos a alguns pequenos detalhes, nossa codificação se torna mais ágil e eficaz.

1. Se um método pode ser static, declare-o como static! O desempenho aumenta 4 vezes;

2. Evite utilizar metódos mágicos como __get, __set e __autoload, se possível;

3. require_once() é dispensável e demanda bastante memória;

4. Use caminhos completos (full path) nos includes e requires, pois é gasto menos tempo resolvendo os caminhos do sistema operacional;

5. Se você quer descobrir o tempo em que o script começou a ser executado, é preferível utilizar $_SERVER[´REQUEST_TIME´] do que time();

6. Veja se pode utilizar strncasecmp, strpbrk e stripos ao invés de regex;

7. str_replace é mais rápido que preg_replace, mas strtr é 4 vezes mais rápido que str_replace;

8. Se uma função, como de substituição de strings, aceitar tanto arrays como caracteres simples como argumentos, e se a sua lista de argumentos não é muito longa, considere fazer algumas declarações redundantes de substituição, passando um caractere por vez, ao invés de uma linha de código que aceita arrays como argumentos de busca e substituição;

9. Supressão de erro com @ é muito lento;

10. $row[´id´] é 7 vezes mais rápido que $row[id];

11. Mensagens de erro demandam mais processamento;

12. Não utilize funções dentro de loops, como por exemplo:

for ($x=0; $x < count($array); $x)

A função count() é chamada todas as vezes que o loop é executado.;

13. Comente sempre o seu código. Isso facilita muito numa eventual manutenção.

14. ECHO é mais rápido do que PRINT. Claro que a diferença é mínima. Pois o print() imprime um valor na tela e retorna um valor inteiro(1 ou 0) enquanto o echo apenas imprime o valor na tela.

15. Defina o tamanho dos seus loops antes de executá-los. Procure evitar o uso de funções como count() e sizeof() no meio de loops.

16. Sempre que possível, libere variáveis que não serão mais usadas, principalmente array’s.

unset($frutas);
unset($frutas[0]); //para apagar um índice no caso de arrays

17. Procure utilizar aspas simples para STRINGS. Quando você usa aspas simples, o PHP não se preocupa em tentar interpretar o que tem dentro da STRING (variáveis e etc…).

Com aspas duplas você pode fazer isso:

$texto = “meu texto com uma $variavel.”;

Ou seja, SEMPRE quando tiver aspas duplas, o PHP irá verificar se tem alguma variável para ser interpretada. No caso das aspas simples, ela não interpreta variáveis dentro dela, sendo assim, o PHP gasta menos tempo.

18. É mais rápido usar “SWITCH” do que vários “ELSE IF”.

switch ($mes) {
case 1:
echo 'Janeiro';
break;
case 2:
echo 'Fevereiro';
break;
case 3:
echo 'Março';
break;
case 4:
echo 'Abril';
break;
case 5:
echo 'Maio';
break;
default:
echo 'Não Sei';
break;
}

De Ivaiporã/PR, Engenheiro de Computação, Administrador do Grupo Dicas em Geral. Apaixonado por Tecnologia e Informática.



Deixe seu comentário

Um pouco sobre nós

    O Grupo Dicas em Geral surgiu em 2007 a partir de idéias inovadoras sobre solução de problemas enfrentados diariamente por quem utiliza a Tecnologia e Informática, tanto usuários comuns quanto técnicos. Mas onde surgiu, por quê e qual é o propósito deste site?

Clique aqui e conheça!

Siga o Dicas em Geral no Google+

Vídeo da Semana